25 de novembro de 2014

PAPEL E CANETA / DNA

Papel: Podemos escrever?

Caneta: Podemos escrever.

Papel: Não temos muitas idéias.

Caneta: A gente inventa.

Papel: Agora?

Caneta: Agora.

Papel: Estamos prontos?

Caneta: Sim, nós estamos prontos.

( Escritor em crise, começa a observar a conversa do Papel e da Caneta; ele

explode de idéias.)

16 de novembro de 2014

PERDÃO



Oi, perdão. Era isso que eu queria dizer para você.
Você pensa que a morte se aproxima? Meu caro, a morte está do seu lado, só você que não percebeu ainda. Não fique triste, não se angustie, e principalmente não se apavore! Ela é irmã da vida, e elas dançam e como dançam, não queira entendê-las.
Tá, mentira não sou tão evoluída assim, fique triste, se angustie e se apavore! Ela está do seu lado, ou melhor elas estão do seu lado, não percebeu? Vivo ou morto, tu sentirás, tu sentirás... Então por favor, dance.