6 de fevereiro de 2015

Aos meus queridos homens





Não há rivalidades.
Vocês são parte desse poder indescritível, indizível e absoluto.
Vocês saíram.
Meus queridos homens repito: Não há rivalidades.
O que há é um poder inventado.
Concreto, esfolador e indelicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário