2 de março de 2017

baratas maquiadas e disciplinadas

Eu gosto desse inferno descabelado que se tornou nossas vidas.
Expressamos tudo e todos!
Expressamos o respirar angustiado e falamos que nem matracas (não ouvimos ou ouvimos?)
Estamos perto. Sempre nos enganando. Sempre estamos no erro! Aaah eu tô voltando e descobri que o mergulho da perdição faz parte. Essa ficção desbaratada, com antenas de aço... É assim que eu acordo, como uma barata. Lendo a Agenda Cristã, a Bíblia, a Umbanda, O Candomblé, Van Gogh, 1000 Chairs, NONOBJECT, Universo da Cor...
Voltei e gosto desse mundo de baratas maquiadas e disciplinadas.

“chefe é chefe né pai?!” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário